Facebook
Twitter
Ouvidoria
Youtube

Saúde realiza ações para o Dia Mundial de Combate à AIDS

Data de inclusão 30/11/2016 16:54

 

 

A Secretaria de Saúde, por meio do Centro de Orientação e Assistência Sorológica de Itapema (COASI), realiza diversas ações no município para marcar o Dia Mundial de Combate à AIDS, comemorado em 1º de dezembro. As atividades programadas terão como foco o incentivo ao uso de preservativo, a conscientização da população em relação às formas de prevenção ao HIV/Aids e a importância do diagnóstico precoce para o tratamento. 

 

Nesta quinta-feira (01/12), a equipe do COASI estará a frente do programa, das 8h às 16h30, realizando abordagem da população para o esclarecimento de dúvidas, distribuição de materiais informativos e de preservativos. “Além do COASI, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município desenvolverão ações alusivas à data. A realização de testes rápidos para a população em geral também serão incluídas na rotina de atendimento em todas as unidades", explicou Katia Mariani, Coordenadora do COASI de Itapema.

 

O município de Itapema iniciou as atividades alusivas à data já na última segunda-feira (28/11), participando da abertura do seminário de boas práticas para ampliar a adesão ao tratamento de pessoas vivendo com HIV/Aids, que foi realizado em Florianópolis nos dias 28 e 29 de novembro, pela Gerência de DST/Aids e Hepatites Virais da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC).

 

O evento reuniu 150 profissionais de saúde atuantes nos Serviços Especializados (SAEs) e nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTAs) de Santa Catarina, no qual participaram as enfermeiras Kátia Mariani, Edcleia Duarte e a Técnica de Enfermagem Elizângela Cristini Junckes. Em debate, foram abordados temas como panorama epidemiológico, prevenção combinada, o papel do profissional de saúde na corresponsabilidade da adesão ao tratamento e a atuação das Organizações Não Governamentais. O encontro também contou com o relato de experiências e a apresentação de práticas exitosas no estado.

 

Além das atividades, foi também apresentado e divulgado entre os profissionais de saúde do município um aplicativo para celulares que poderá ser consultado em caso de Profilaxia Pós-exposição (PEP). Em Itapema, a PEP está disponível no Hospital Santo Antonio e na farmácia central em anexo ao COASI. Posteriormente, também será implantada em todas as Unidades Básicas de Saúde.  

 

 O que é a Profilaxia Pós-Exposição (PEP)?

A Profilaxia Pós-Exposição (PEP) é uma forma emergencial de prevenção da infecção pelo HIV. É feita para pessoas que possam ter entrado em contato com o vírus recentemente, por meio de contato sexual (incluindo os casos de violência ou não) ou decorrente de algum acidente envolvendo material contaminado no ambiente profissional de saúde.

 

Quando usar? Essa profilaxia é uma espécie de tratamento preventivo e deve ser iniciada preferencialmente, nas primeiras 2 horas após a exposição ao vírus ou , no máximo, em até 72 horas após exposição, e ser continuada por 28 dias, sempre com orientação médica.

 

Quem pode usar? A PEP não pode ser usada por qualquer pessoa. Somente o médico pode avaliar o contexto do caso, considerando o risco do paciente estar ou não infectado pelo HIV, a gravidade da exposição e o potencial benefício da medicação antirretroviral.

 

Como saber? Antes da PEP, deve-se realizar o teste rápido. Em caso de resultado positivo para HIV, a pessoa será encaminhada para o serviço de referência (COASI) para avaliação da indicação de terapia antirretroviral. Todas as pessoas potencialmente expostas ao HIV devem ser orientadas sobre necessidade de repetir a testagem em 30 dias e em 90 dias após a PEP.