Facebook
Twitter
Ouvidoria
Youtube

Projeto Exame Fácil começa atendimentos em Itapema

Data de inclusão 06/10/2010 00:00

O projeto Exame Fácil, da Secretaria de Saúde de Itapema, abriu as portas do caminhão da saúde no começo da tarde desta quarta-feira (6) para o atendimento aos pacientes que há meses aguardavam na fila de espera de exames do Governo do Estado. Os atendimentos nas diversas especialidades, que atenderão pacientes que já estavam na fila da espera, vão até o dia 22 de outubro, e cerca de 2 mil exames devem ser realizados. O horário de atendimento será das 7h30 às 12h e das 13h30 às 17h.
Durante a manhã, um ato simbólico deu inicio as atividades, com a presença do Prefeito de Itapema, Sabino Bussanello, além do Secretário de Saúde, Roberto Carlos Ruiz e o idealizador da Carreta da Saúde, o médico paulista Roberto Kikawa, além de outras autoridades. O Secretário ressaltou o esforço do município para trazer a carreta do Centro de Integração de Educação e Saúde (CIES), e que Itapema é o primeiro município do estado a receber a ação. “Foram seis meses de planejamento. Estamos tirando recursos de outras áreas para investir em saúde, porque sabemos das dificuldades de nossa comunidade. Estamos colocando a qualidade no atendimento acima de tudo”, disse o Secretário.
No primeiro dia de atendimentos. foram realizados quatro exames de colonoscopia, e mais 12 serão realizados nos próximos dois dias. Nesta quinta-feira, serão realizadas também 30 endoscopias digestivas. Os dois exames são considerados de média complexidade. No total, o investimento do município deve passar dos R$ 200 mil, já que cada procedimento será pago em separado, com base em uma tabela pré-definida.
 
Sobre Carreta da Saúde
O caminhão ‘jamanta’ conta com duas salas de extensão nas laterais, a unidade de 15 metros de comprimento por 2,5 metros de largura, chega a 100 m² no total, faz parte do projeto Centro de Integração de Educação e Saúde (CIES) e tem como objetivo disponibilizar a população carente, exames médicos de baixa e média complexidade, reprimindo a demanda do SUS.
 
Sobre o Projeto CIES
A Associação Beneficente Ebenézer desenvolveu um projeto inovador de modelo autossustentável de saúde integrada à educação, destinado à população com participação de todos os setores da sociedade: governo, empresários e a própria comunidade atendida (parceria público-privada), denominado Projeto CIES (Centro de Integração de Educação e Saúde).  Para isto, um dos fundadores desta Associação, o médico Roberto Kikawa idealizou um centro médico móvel avançado e tecnológico adaptado a uma carreta, cuja construção só foi possível com apoio da iniciativa privada composta por um grupo de profissionais liberais (engenheiros, advogado, contadores, médicos) e pequenos empresários aliados a Olympus, Philips, Engemet e APR Seguros.