Facebook
Twitter
Ouvidoria
Youtube

Prefeitura lança campanha comemorativa ao Dia Mundial de Luta contra a Aids

Data de inclusão 29/11/2006 00:00

A Prefeitura de Itapema, através da secretária Municipal de Saúde, Marlene Madalena Foschiera, oficializou hoje, a campanha local do Dia Mundial de Luta Contra a Aids, que é comemorado no dia 1º de dezembro.
Marlene informou que, em Itapema, a data será marcada com a distribuição de outdoors em locais estratégicos para lembrar todos os itapemenses da importância de se prevenirem contra a AIDS. A Secretaria de Saúde também vai disponibilizar em todos os postos de saúde os preservativos, como também realizará uma campanha nos meios de comunicação.
Coordenada pelo Ministério da Saúde, a campanha pretende abordar duas temáticas: a luta contra o preconceito às pessoas portadoras do HIV e sensibilizar os soropositivos (portadores da Aids) a iniciarem o tratamento, a terapia antiretroviral.
“Neste ano faremos que o Dia Mundial de Luta Contra a Aids seja transformado numa data em que possamos ajudar a desenvolver e reforçar o esforço da luta contra a Aids. O objetivo deste dia é estabelecer o entrelaçamento, mobilizar a sociedade, promover informações e criar um espírito de tolerância social”, afirma Marlene.
A Secretaria de Saúde de Itapema está fazendo de tudo para garantir um bom atendimento nas unidades de saúde e garantindo um serviço de saúde que faça com que o mais cedo possível possa ser realizado o diagnóstico do vírus da AIDS. E como o método mais eficaz de prevenção é o uso do preservativo foram adquiridos milhares de preservativos que estarão à disposição de todos nas unidades de saúde.
Marlene Foschiera lembra que Aids não é mais sinônimo de morte. O ideal, segundo ela, era que todas as pessoas que apresentassem situação sexual de risco, ou seja, aquelas pessoas que fazem sexo sem uso de camisinhas deveriam realizar o teste da Aids. Também devem fazer o exame as gestantes – que correm o risco da criança nascer com o vírus – usuários de drogas que compartilham a mesma seringa e heterossexuais, homossexuais e bissexuais que têm múltiplos parceiros sexuais.
Neste ano o slogan da campanha do Ministério da Saúde é “A vida é mais forte que a Aids”, a qual tem como foco as pessoas que vivem com HIV/aids, tendo como base o conceito de Prevenção Posithiva – a prevenção voltada para as pessoas que vivem com HIV/aids. A partir do tratamento, elas têm uma maior qualidade de vida, novas perspectivas, o desejo de relacionar-se afetivamente, trabalhar, estudar, ter filhos, enfim ter projetos de vida. Daí a importância de combater a discriminação, o preconceito e o estigma que envolve a doença por meio do protagonismo das pessoas que vivem com HIV.